trekking para iniciantes

Trekking para iniciantes – muitas dicas!

Procurando saber mais sobre trekking para iniciantes? Vamos começar falando um pouco da definição de trekking, que também pode ser chamado de hiking. Na língua portuguesa, a palavra trekking significa caminhadas em trilhas.

Portanto, consiste em uma atividade física e aeróbica, sendo uma caminhada rústica onde o praticante entra em contato com a natureza, passando por obstáculos como florestas, montanhas e rios a fim de conhecer novos lugares, se aventurar ou simplesmente apreciar a natureza e tudo o que ela oferece. O trekking pode ser praticado tanto como uma forma de lazer, quanto em competições.

Caminhar em meio a natureza e chegar ao final da trilha e ter uma vista incrível não tem preço. É uma atividade que ganha cada vez mais adeptos no mundo todo. Não é uma prática perigosa e pode ser feito por pessoas de qualquer idade, desde crianças a partir dos 12 anos até pessoas mais velhas que tenham disposição para caminhar. O trekking também é muito acessível financeiramente, já que não exige equipamentos específicos para a atividade e pode ser praticado em muitos lugares, no mundo todo e em qualquer época do ano. É uma das atividades ao ar livre mais seguras, porém o trekking para iniciantes, como qualquer outra atividade nova, deve ser feito com cautela.

Que tal algumas dicas sobre trekking para iniciantes?

  • Ter preparo físico é fundamental para evitar dores musculares após a atividade. Não precisa ser um esportista, mas não ser sedentário e praticar algumas caminhadas esporádicas já ajuda bastante;
  • Primeira vez na trilha? Sempre vá com alguém que já conheça o percurso e de preferência seja um profissional especializado;
  • Sempre avisar alguém que você vai fazer uma trilha (já viu o filme 127 horas com o ator James Franco? Não custa avisar algum amigo ou parente);
  • Em descidas muito fortes, procure posicionar seu corpo voltado de frente e para o chão, olhando por entre as pernas para estudar o terreno abaixo.
  • Vá com um grupo de pessoas e mantenham-se sempre unidos durante toda a caminhada.
  • Nas subidas, o pé de trás deve ficar fixo e servir de apoio.
  • Observar a previsão do tempo, trilha não combina com chuva!

bota trekking

O que vestir?

  • Roupas confortáveis;
  • Dar preferência por calça (de ginástica, moletom ou outro tecido mais molinho);
  • Nos pés o ideal é usar botas com solado especial para não escorregar (também oferecem segurança ao tornozelo nos diversos terrenos) ou tênis específicos para a caminhada outdoor. Evite tênis de corrida e principalmente calçados que escorreguem;
  • Sempre usar meias, que podem até ser mais longas para uma maior proteção (você pode usar duas, uma fina com outra mais grossa por cima, diminuindo o atrito dos pés com o calçado. Evite meias de algodão pois encharcam com muita facilidade;
  • Camiseta (pode ser de manga comprida, para não machucar os braços com galhos e outras plantas pelo caminho). Opte por roupas mais claras que absorvem menos calor;
  • Chapéu, boné ou viseira.

O que levar?

  • Água
  • Repelente
  • Protetor solar
  • Lanterna
  • Canivete (se tiver, pode ser muito útil);
  • Lanches rápidos e práticos (banana, bolachas, barras de cereais são algumas opções). Para quem quer uma energia extra, ovos cozidos e batata-doce são ótimas alternativas
  • Equipamento fotográfico (ou celular);
  • Roupas de banho e toalha (caso o passeio inclua praia/mergulho);
  • Kit de primeiros socorros;
  • Não leve fones de ouvido; preste atenção, escute e sinta o cheiro da natureza;
  • Levar tudo em uma mochila ou em uma pochete em trilhas mais curtas.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre trekking, os cuidados que deve ter e o que levar, que tal conhecer algumas opções de trekking para iniciantes na Grande Florianópolis?

trilha piscinas barra da lagoafoto: Trip Advisor

Trilha para as piscina naturais na Barra da Lagoa

Que tal fazer uma pequena trilha que leva a piscinas naturais? Para encontrar a trilha deve-se atravessar a ponte do canal da Barra e seguir para esquerda, onde existe um caminho entre as residências e pousadas. Um portão marca o início da trilha que tem percurso curto (de 15 a 20 minutos) e de fácil acesso.

O trajeto passa pela “Prainha” da Barra e então você se depara com um recanto de pedras com águas cristalinas. Os mais aventureiros aproveitam o local para a prática do snorkel, alguns mergulham e outros apenas sentam na pedra gigante para apreciar a bela vista.

trilha de naufragadosfoto: Por sempre Floripa

Trilha de Naufragados

A praia de Naufragados, no sul da ilha de Florianópolis, só tem acesso por barco ou trilha de 2,6 km de extensão. Ela possui aproximadamente 50 minutos de duração e nível de dificuldade leve.

A trilha, bem demarcada, tem início no ponto final da Caeira da Barra do Sul, distante 40 km do Centro de Florianópolis. A caminhada acontece em meio a exuberante Mata Atlântica e monumentos históricos, com uma história marcada por canhões e naufrágios. Em um trecho existem duas opções de caminhos, onde um deles leva diretamente ao Farol, localizado no costão direito da praia. Já a outra trilha leva a Ponta do Pasto, na direção da Praia do Saquinho.

Vale mencionar que há dois restaurantes de pescadores que servem refeições caseiras. Não há hotéis ou opções de comércio pois a praia está em área de preservação, sendo procurado para quem gosta de acampamentos rústicos.

trilha cachoeira do rio vermelhofoto: Prefeitura de Águas Mornas

Trilha da Cachoeira do Rio Vermelho

Localizada no coração do Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, possui três cachoeiras, duas delas com 30 m e uma com 70 m de altura. A atividade tem nível moderado e no final da trilha os participantes são surpreendidos por piscinas naturais com direto a um refrescante mergulho.

O passeio dura em torno de 4h, veja opção feita pela Apuama.

Esperamos que você tenha gostado das dicas de trekking para iniciantes, fique de olho nas nossas postagens! 😉

 

 

 

Tags: No tags

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *